Porque a carga da bateria cai rapidamente após desligar o carregador?



  • A questão ligada à queda abrupta (ou nem tanto) do indicador de carga da bateria, quando se desliga o carregador, tem sido preocupação de vários utilizadores, que associam normalmente a problemas no equipamento/bateria, penso que poderá ser útil, embora não muito recente, o artigo abaixo que foi traduzido e condensado a partir daqui:


    O medidor de bateria do seu Smartphone está a mentir-lhe (e não é uma coisa tão má assim)

    Deixou o telefone a carregar durante a noite, e o medidor de bateria mostra 100%. Pouco depois pega no telefone de novo, mas o indicador da bateria marca agora 90%. Como explicar uma diminuição de 10% em 10 minutos? 

    A realidade é que a bateria só esteve com a capacidade a 100% por um breve momento, após o qual o sistema de gestão da bateria permitiu que ele a reduzisse lentamente até cerca de 90%. Deixar o telefone ligado durante a noite não faz diferença: o telefone só usa a corrente da parede para manter um estado de carga parcial.

    Para monitorizar isso, eu instalei no meu smartphone um aplicativo que pode registar a quantidade de corrente eléctrica está sendo consumida a partir da bateria ou recebida do carregador. 

    O gráfico 1 mostra os níveis da bateria ao longo de uma noite, com o telefone conectado ao carregador. Note-se que à medida que o nível de bateria se aproxima de 100%, a corrente de carga diminui gradualmente. Depois da carga completa ser alcançada, a corrente é cortada completamente, com o telefone a usar somente a bateria. Só após cerca de duas horas mais tarde, que é que se vê o telefone começar a receber corrente novamente, e mesmo assim é apenas em breves impulsos.


    A queda acentuada da bateria após a marca de 6,5 horas deve-se ao telefone ter sido desligado da corrente. Apesar do consumo da bateria  aumentar neste momento (desde que o telefone está a ser usado), não se consegue explicar a perda de 6% em 3 minutos. É óbvio que a manutenção de um estado de carga em 100% é impossível, dados os longos períodos em que o telefone só está a funcionar com bateria.

    Usando os dados de uma app, é bastante fácil fazer a projecção da situação real da bateria. Partindo do pressuposto que a primeira leitura da percentagem de carga na bateria é correta, cada ponto subsequente é calculado com base no consumo de mA e no tempo. O gráfico 2 inclui esta projecção. 


    Agora podemos ver que a queda de 6% depois de desligar é simplesmente o indicador da bateria a ajustar-se à carga real.

    Devemos forçar o carregamento?

    Uma técnica que vem ganhando popularidade é a "carga forçada." Para forçar a carga num dispositivo, desligue-o completamente, e ligue-o a um carregador. Espere até que a luz indicadora mostre uma carga completa, mas não ligue o aparelho novamente. Em vez disso, desconecte e reconecte imediatamente o cabo de alimentação. O dispositivo agora irá aceitar mais carga antes de dizer que está completo. 

    O gráfico seguinte mostra o esgotamento da bateria parcelas carta depois que o dispositivo recebeu uma carga forçada significativa (6 ciclos) e, em seguida, ligou-se para usar apenas a energia da bateria. Note-se que o sistema não mostra a queda da bateria do nível 100% senão após mais de uma hora de uso desconectado, altura em que começa a diminuir de forma constante. Mais uma vez, no entanto, é óbvio que o indicador de bateria não está sincronizado com a realidade. Por que a linha de bateria projectada desvia-se nos níveis relatados, mas, em seguida, reflecte exactamente as ascensões e quedas posteriores?


    A resposta, claro, é que o carregamento forçado definitivamente funciona. E se, ao invés de ancorar os nossos valores projectados para o primeiro ponto de 100%, se ancorar num ponto mais adiante no gráfico?



    Alinhando os dados, estes sugerem que uma carga forçada aumenta a capacidade inicial em cerca de 15%. Note-se que a única outra vez em que as linhas se separam neste gráfico foi, mais uma vez, quando o telefone foi ligado ao carregador e carregado até os 100%. Tal como aconteceu com o primeiro conjunto de gráficos, o telefone continuava a relatar 100% de carga até que foi desligado, e caiu rapidamente, e novamente de acordo com nossas projeções.

    Então, o que significa tudo isso?

    Se precisa realmente de maior capacidade no dispositivo, pode precisar de forçar a carga, no entanto fica avisado que o carregamento forçado repetido vai desgastar a bateria mais rapidamente e começar a reduzir a sua capacidade. 

    Se é alguém que usa muito o seu telefone, ligue-o quando está em casa, ligue-o quando você estiver em sua secretária. Conforme explicado pela Battery University, "Várias descargas parciais com recargas frequentes são melhores para lítio-íon de um carregamento profundo. Recarregar uma bateria de lítio-íon com carga parcial não causa danos, porque não há memória ". 

    Além disso, o melhor conselho que posso dar é para parar de prestar tanta atenção para o seu indicador de bateria e dedicar-se a só a usar o telefone. 

    Este artigo foi escrito por Quentyn Kennemer, a partir de um artigo de Byron G , um membro do XDA