Sobre as redes sem fios Wi-Fi



  • O tema Redes Sem Fios (Wi-Fi) e tudo o que gira à volta dele, nomeadamente qualidade da rede e da ligação, está bastante condicionado por uma série de factores que não dependem directamente do dispositivo e que acabam por influir na qualidade dos sinais de rádio.

    Assim:

    [b]O router:[/b] existem vários modelos, cada um com as suas configurações específicas, seja para a gestão de canais, largura de banda, segurança, etc para além de eventuais limitações impostas (configuradas) pelas operadoras de acesso à internet. Assim há que distinguir dois tipod de ligação, entre o nosso dispositivo e o router (e eventuais outros dispositivos ligados na mesma rede) e a ligação entre o router e a internet.
    Para além da influência que a antiguidade do próprio router, do software que tenha instalado e das actualizações de firmware que tenha sido alvo, terá no desempenho do mesmo.

    [b]Saturação da rede[/b]: Duas situações que contribuem para uma menor qualidade da mesma, a saturação externa e a saturação interna. Ou seja, Saturação externa: vários routers com redes sem fios a partilharem o mesmo espectro de banda, que está limitada a 13 canais (Europa) separados entre si por 5MHz. Quantos mais routers/redes maior a probabilidade de interferências e perda de qualidade. Saturação interna: o número de dispositivos com acesso à nossa rede sem fios; cada dispositivo conectado partilhará uma parte da largura de banda disponível, o que significa que quantos mais dispositivos ligados, menor será a velocidade de acesso ao router e consequentemente à internet. (Alguns routers permitem configurar e gerir a largura de banda disponível para cada dispositivo, seja por endereço de IP atribuído e/ou por mac address).

    [b]Local da instalação do router:[/b] as recomendações vão no sentido de instalar o router num local alto, longe de fontes que possam causar interferências (como telefones sem fios, microondas, fontes de alimentação, outros dispositivos que emitam ondas electromagnéticas nas gamas próximas das usadas pelo router (teclados e ratos sem fios), etc), com cabos de qualidade (evitar versões baratas, que podem implicar uma perda da qualidade do sinal de até 60%) e o mais curtos possíveis (se necessário instalar fichas repetidoras/amplificadoras de sinal e/ou instalar terminadores nas saídas não usadas). Deverá ainda ter presente que obstáculos como paredes e lajes em betão armado, postes e objectos metálicos (portas por ex.) de grandes dimensões são como barreiras que impedem uma correcta propagação do sinal Wi-Fi. Numa localização ideal o router estará colocado numa área central e em espaço aberto, estando os utilizadores a uma distância à volta dos 50 metros.

    Inclinação da antena (nos routers com antenas externas): a configuração por defeito recomenda que seja mantida na vertical, sem inclinação (90º), no entanto poderá testar outras inclinações/rotações no sentido de ver se melhora a qualidade e alcance do sinal Wi-Fi. Poderá ainda considerar a possibilidade de trocar a antena que vem por defeito com o router por outra de maior ganho.

    [b]Repetidores:[/b] Em algumas circunstâncias, em que a qualidade do sinal Wi-Fi seja muito fraco e não seja possível mover o router para um melhor local, poderá ser considerada a hipótese de se juntar um repetidor de sinal entre o router e o local onde pretende usar o acesso à rede/internet. (Existem no mercado repetidores sem fios, com fios, via os cabos eléctricos domésticos, etc).

    [b]A escolha do canal:[/b] Este é um tema muito importante e muitas vezes ignorado. Se a opção de gestão do canal Wi-Fi estiver configurado em automático e não notar interferências de maior ou grandes oscilações do sinal (visto que até as condições atmosféricas, como a humidade e pressão atmosférica, influenciam) , não a altere. A eterna máxima se não está mal, não tente corrigir ;)

    No entanto, aplicações como o > [url=https://play.google.com/store/apps/details?id=com.farproc.wifi.analyzer&hl=pt]WiFi analyser[/url] permitem ver como está distribuído o uso dos canais, e sugerir o/um canal menos congestionado para usar, ao invés de compartilhar um determinado canal com várias redes Wi-Fi. De igual forma será importante evitar canais que se sobreponham, ou seja os canais 1, 5, 9 e 13 não se sobrepõem, logo terão menos probabilidade de sofrer interferências.

    [b]Bluetooth eNFC:[/b] O seu uso perto do router e/ou dispositivo (tablet, computador, smartphone,...) pode influir na qualidade do sinal, por isso é recomendável que sempre que não seja necessário ou não esteja em uso que seja desligado nos equipamentos que o tenham ligado.

    [b]Padrões de Wi-Fi:[/b] Existem 4 padrões em uso geral neste momento: a, b, g e n. O padrão/norma n é a que permite, actualmente, uma melhor gestão do congestionamento no acesso à rede e uma maior velocidade de acesso.

    [b]Tipo de segurança:[/b] Embora não haja 100% de garantias quando se fala de segurança, para mais numa rede sem fios, é fortemente aconselhável que a tua rede doméstica tenha uma protecção, para além dos padrões de segurança do router o uso de firewall é recomeendado. No router: as configurações de segurança do tipo WEP ou TKIP não permitem o acesso ao padrão/norma "n", pelo que deverá ser configurado para usar a opção: WPA2.


    Alguns testes que poderemos fazer para descartar alguma falha com o Wi-Fi dos nossos dispositivos:

    • SE, não consegue manter activa a função Wi-Fi ou se a mesma se desabilita automaticamente: verificar se a tem configurada para se apagar automaticamente, ou se instalou alguma aplicação que o faça por si.

    • SE a poucos metros (2 a 3) do router, em área aberta, não tem sinal Wi-Fi num dispositivo, mas tem a rede máxima noutro dispositivo, usando as mesma configurações, contacte o suporte técnico.

    • SE, possível teste também noutras redes Wi-Fi, noutra zona menos congestionada, como a rede de um familiar ou amigo. Teste também numa rede pública aberta. Assim poderá comparar o comportamento do dispositivo.

    • SE a qualidade do sinal não é a melhor, onde antes era: Verifique se não hánovas redes Wi-Fi por perto, ou a usar o mesmo canal que tem configurado no seu router, e teste alterar os canais e/ou posicionamento do router ou outros dispositivos que possam estar a causar interferências.

    Distinguir sempre a diferença entre velocidade/qualidade do sinal entre o dispositivo e router, dependente de várias condicionantes como [u]algumas[/u] das expostas neste tema e a ligação entre o router e a internet, ou seja dependente de condições externa, que a maioria das vezes não controlamos e que estão dependentes dos operadores de internet/cabo/fibra/adsl.

    Nota ainda para o caso de que use o router com um modem 3G conectado, aplica-se a mesma observação anterior, a ligação entre o dispositivo e o router é uma coisa e a ligação entre o router e a internet (via o modem 3G) será outro tema, não directamente relacionado com o Wi-Fi.


    [u]Aplicações externas que poderão ajudar:[/u]
    »[url=https://play.google.com/store/apps/details?id=com.wifiboostereasyconnect&hl=pt]WiFi Booster Easy Connect[/url];
    »[url=https://play.google.com/store/apps/details?id=com.farproc.wifi.analyzer&hl=pt]Wifi Analyzer[/url];
    »[url=https://play.google.com/store/apps/details?id=opotech.advancedwifilockfree&hl=pt]Advanced Wifi Lock free[/url] (também há uma versão paga que dizem funcionar muito bem.
    » [url=https://play.google.com/store/apps/details?id=org.kman.WifiManager]WiFi Manager[/url]


    [u]Referências (links externas):[/u]
    » Wi-Fi, Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Wi-Fi
    » 10 dicas para melhorar a nossa rede Wireless: http://pplware.sapo.pt/networking/10-di ... -wireless/
    » 4 Maneiras de melhorar sua rede WI FI em casa: http://dicasdanet.blogspot.pt/2011/04/4 ... wi-fi.html
    »10 dicas para melhorar o sinal e o alcance de uma rede wireless: http://desmontacia.wordpress.com/2011/0 ... -wireless/